Como a tecnologia tem influenciado na Agricultura?

A sociedade teve a sua estruturação com base na evolução da Agricultura, os primeiros vilarejos foram criados pelos antigos nômades que decidiram fixar sua estadia e para sobreviverem, fizeram a domesticação de plantas e animais. Até a década de 50, era uma atividade apenas como um meio para subsistência, com baixa produtividade e eficiência. A partir do momento que passou a ter valor econômico, gerando empregos e oportunidades de negócios, a tecnologia começou a ser empregada nas atividades agrícolas, sendo desenvolvidas diversas técnicas para isso.

Sendo assim, as produções foram expandido a medida que as primeiras máquinas agrícolas foram surgindo e pela aplicação de conhecimentos técnicos no campo, reunindo informações nas lavouras para auxiliar na tomada de decisões pelos agricultores, por exemplo, através  de amostras de solos para realizar a adubação com mais eficiência, evitando desperdícios e aumentando a produtividade, afinal, ao oferecer melhores condições para uma planta se desenvolver, consequentemente o seu número por hectare vai aumentar e com isso a ampliação da produção. Com o passar do tempo e aumento das necessidades, as tecnologias e sistemas integrados que otimizam toda a produção, tem se mostrado essenciais desde o gerenciamento de processos até o monitoramento no campo.

Com aumento da população há uma grande preocupação com a produção de alimentos para combater a fome mundial e já existem limitações para a ampliação de área agricultáveis, mas as ferramentas tecnológicas podem contribuir para que se produza mais no mesmo espaço. Para isso, podemos contar com a chamada agricultura de precisão, que engloba, o melhoramento genético de espécies, tanto animais quanto vegetais, monitores de plantio, que controlam e ajustam a quantidade de sementes aplicadas ao solo, o que ajuda a evitar perdas e a aproveitar melhor a área de trabalho no campo, gps agrícola, ele é interligado a satélites que mandam o sinal da localidade, assim que ajustado ao trator delimita a área que deseja mapear e em seguida, a máquina vai operar percorrendo linhas desenhadas. Existem também, drones voltados para a agricultura, que possuem a capacidade de produzir imagens de altíssima qualidade que são utilizadas para em softwares e algoritmos, proporcionando a análise de diversos aspectos, como monitoramento da plantação, detecção de pragas, demarcação de área de plantio, aplicação de defensivos, monitoramento do sistema de irrigação e detecção de focos de incêndios. Além, de softwares de gestão e planejamento.

Podemos afirmar que a tecnologia vem se mostrado como aliada a agricultura há muito tempo, e que dentre os seus benefícios além do aumento da produtividade, estão a redução de custos, pois há o aumento da eficiência de recursos e com isso maior assertividade em sua utilização. A diminuição dos impactos ambientais, promovendo a administração adequada dos resíduos e o aumento da eficiência do uso da água, evitando desperdícios. A redução dos riscos de perdas com eventos climáticos, pragas e desastres naturais, por meio de sistemas de monitoramento e de informações acessíveis e o aumento da segurança, utilizando tecnologias precisas, a probabilidade de falhas é reduzida, proporcionando assim, uma maior confiança e agilidade para a execução de processos.

Portanto, além de promover todas essas vantagens, os avanços tecnológicos oferecem soluções inovadoras para a agricultura permitindo maior eficiência e confiabilidade da plantação e gestão de todos os recursos utilizados.

Author: Giovanna Duque Borges – Engenheira Agrônoma
Analista de Relacionamento | Supercampo

Deixe um comentário